Com o nome "Rede de Cidades e Centros Urbanos para a  Competitividade do Norte Alentejano", no dia que passou, a 08/10/2010, um Memorando de Reunião foi elaborado. Nele, assunto começa assim:  "Aos oito dias do mês de Outubro de dois mil e dez, na sala de reuniões do edifício dos Paços do Concelho de Portalegre, compareceram, em representação das entidades parceiras:

- Município de Alter do Chão - Sónia Carrilho;
- Município de Campo Maior - João Sanguinho;
- Município de Castelo de vide - Ângela Santana; José Manuel Carvalho, (aqui a chamada "Sintra do Alentejo" a jogar mesmo em força);
- Município do Crato - Sónia Mirrado;
- Município de Elvas - Carla Simões;
- Município do Gavião - Ricardo Aparício;
- Município de Nisa - Jaime Bozarro;
- Município de Portalegre - Emília Mourato Silva; Georgina Carrilho; Teresa Aparício;
- Município de Sousel - Rosaria Coutinho....

O blog informa, dos quinze municípios que formam este distrito, dos quinze, a razão não a sabe, ou por estando fazendo seu trabalho em sua terra, ou apenas, na opinião do blog, o não concordar talvez com a forma.... Informa, e o blog tem destas coisas, dos elementos presentes, oito foram senhoras, os homens, apenas se conta quatro.

Mas havia mais elementos presentes na referida reunião e que faziam parte dela. A citar:
- Associação Comercial de Portalegre - Elizabete Rocha;
- Fundação Robinson - Alexandra Carrilho;
- Fundação Alter Real - Sandra Veiga;
- NERPOR - Maria Emília Perestrelo;
- Turismo do Alentejo, ERT - José Santos;
- CIMAA - Ana Garrido; Carlos Nogueiro; José Conchinha;
- Qualifica - Alexandra Carrilho; Ana Calado.

E do princípio partindo, Alexandra Carrilho que será o mesmo que Alexandra Carrilho, o conjunto nestas organizações, o blog julgando a matemática sua não estando errada, as senhoras foram sete, os homens apenas três.

A coisa será escusada que para lá dos Municípios faltosos e em falta, na reunião que se está falando, a Associação dos Agricultores do Distrito de Portalegre e o Instituto Politécnico de Portalegre fizeram gazeta e faltaram não comparecendo. Na opinião do blog, duas organizações as mais importantes que deviam aparecer.

(...).

1.º Enquadramento do Programa Estratégico no INALENTEJO. 

 (...).

- As operações que não forem  submetidas até 31 de Dezembro de 2010 poderão não beneficiar da taxa de comparticipação de 80%.
- Antes de submeter uma operação, qualquer beneficiário terá de celebrar, com o respectivo destinatário final, um protocolo em que sejam definidos os direitos e deveres de cada um.

(...).

Um dos princípios da actuação do Turismo do Alentejo, ERT nesta operação será o de não dividir o território e o de não duplicar conceitos. O enfoque recairá sobre a nova linha produzida. (ei mas ei lá que quando o blog começou a escrever pensava que era uma coisa e está saindo- lhe assim outra).
O Turismo do Alentejo, ERT encontra-se já a efectuar uma recolha de imagens, aproveitando as horas de Sol - nas o blog está dizendo que mais uma vez se vai passar ao lado do rio Sôr ou da ribeira de Seda, isto para não falar na barragem da Maroteira, que no tocante a uma duplicação vai haver a ribeira da venda ou o Alamal - existentes nesta altura do ano, para criar um banco de imagens a utilizar no futuro. O blog pensa que está a ver uma campanha publicitária com um cheirinho a Luxemburgo o que não deixa de ser mau.

(...).

Certamente que ninguém vai explicar ao blog e ninguém é capaz de o fazer, os milhões e milhões de euros que entravam todos os dias em Portugal e onde foram gastos e mais concretamente na defesa do património ou alguma décima ela lá foi gasta. Há mais de vinte anos que anda a lutar por escavações arqueológicas na freguesia onde reside e onde dizem que começou o povoado da sua aldeia e existiu um castro. No fundo da freguesia do Monte da pedra está outra de seu nome Sourinho ou "Tesourinho" e até ao presente ninguém lhe liga  nenhuma e então a do Pêro Melhor"...
Mas quais saberes? MAS QUAIS SABERES' MAS QUAIS SAb... ou Quais sabores? A lebre com couve como um prato típico... Esta é muito engraçada.

Mas minhas senhoras e meus senhores, havendo interesse de fazer algum estudo sobre as estações arqueológicas, a esta terra venham e verão, no campo, se nos caminhos conseguem passar. Está tudo cheio de porteiras.

Termino. Apenas dizendo, quando fizerem outra reunião, não se esqueçam de levar as vossas AGENDAS L21. ...

Eu não acredito... Mas havemos de falar melhor de INALENTEJO....



tags:
publicado por DELFOS às 08:58