O Blog "Gavião no Alentejo", algumas coisitas tem vindo a escrever sobre o vosso muito querido povo e vossa gente. Não pode dizer que é fácil, isto fazer investigação, não deixa de ser um acto muito solitário, onde as fontes não abundam e o informação está muito dispersa ou assim desprezada e uma coisa que podia unidadar e congregar uma sociedade local, onde os políticos até a este tempo que é o presente e assim dormindo como uma bela adormecida e nem Presidente da Republica Portuguesa, em dois anos, se diga dois peripéritos, sobre a defesa do património, em duas presidências abertas, conseguiu acordar a bela adormecida. Não posso deixar de expressar, uma palavra de agradecimento, em terras vossas, o tema das "Alminhas" me foi revelado por três senhoras, num café. Achei muito engraçado, pois fiz muita pesquisa e ninguém me sabia desvirginar o assunto cerebral. Neste meu pequeno apontamento, também questionei alguém muito especial, onde ficava as sepulturas escavadas em pedra, onde a resposta, não me podia ser dada, pois o informante não estava autorizado...
Enfim, estou a começar a ser longo...

Hoje, mais uma vez, estando mexendo nuns papéis, se diga, "Pinho Leal, Portugal Antigo e Moderno", vos deixo:
"MONTE-CHAMIÇO - freguezia, extincta, Alemtejo, concelho e 10 Kilometros do Crato, comarca de Niza, 180 Kilometros ao S.E. de Lisboa.
Em1757 tinha 25 fogos.
Orago S. Sebastião, martyr.
Era do grão-priorado do Crato, hoje anexo ao patriarchado-- Districto administrativo de Portalegre.
O grão-prior do Crato apresentava o cura, que tinha 50$000 réis de renda e o pé d`altar."

Não se pretende, eu assim o não pretendo, fazer um branqueamento de vossa história. Na minha opinião apenas pretendo chamar a vossa consideração para o facto de que a Vila do Sourinho, na minha opinião é capaz de ter muito mais a ver com a origem do vosso passado e povo...

Até uma próxima se o permitires!
publicado por DELFOS às 15:02