É daquelas coisas que nunca pode haver consentimento e consenso. É a "guerra dos números". Eles serão sempre utilizados a seu bem entender, seja lá quem esteja no poder. Pena é que os números, uma vez na vida, não seja lá uma vez um ponto de reflexão e uma mudança na procura de um outro caminho. Numa pode haver uma política que não seja baseada neles. Se ela a existir, o blog acredita, o seu conhecimento não faz parte das pessoas.

O problema deste concelho, o problema estrutural deste concelho - dos outros também se calhar - a informação não circula.
O blog se está lembrando, finais dos anos noventa, ao INE escreveu a perguntar e a pedir informação sobre como estava lá a coisa dos números. Claro que recebeu resposta. Ela trazia três fotocópias, e toma lá que já aprendestes, 1100$00.
Claro que apitou o combóio...
Mas sempre acreditou e acredita que se esbanja lá o conhecimento e o que para muitas pessoas a coisa não funciona assim.
Podia ficar quieto. Não podia ficar quieto...
O conhecimento o podia guardar e o não ter dado a provar e "qual é coisa qual é ela" o tenta publicar no estimado Jornal "Gavião com Voz" e a coisa foi parar ao caixote do lixo e até agora nada...
Moral da história lá passageira, a coisa a guardou e a começou a publicar agora.
Neste mundo da Internet, podendo lá ser muito tenebroso mas de luz, fazendo uma pesquisa assim numa muito ligeira, o concelho de Gavião foi o concelho juntamente com o de Almeida e Pampilhosa que perdeu mais população em 2008...

Assim continuando, nada lá em Estado que se diz social, passando em "portalegredigital.biz/pt/conteudos/territorial/Caracterização+do+Distrito/Concelho+de+Gavião" o concelho de Gavião foi o que perdeu mais população. Assistiu a um decréscimo populacional entre 1991 e 2001 em cerca de 17,4%.
Os outros:
- Alter do Chão em 11,3%;
- Arronches em 7,8%;
- Avis em (?);
- Campo Maior em 1,7%;
- Castelo de Vide em 6,6%;
- Crato em 14,1%;
- Elvas em 4,5%;
-Fronteira em 9,5%;
- Marvão em 8,8%;
-Monforte em 9,7%;
- Nisa em 13%;
- Portalegre em 5%;
- Sousel em 6%.

Não.
Não é o número de habitantes da vila Gavião. É o número de habitantes do concelho de Gavião.
Que as coisas mudam. Assim a coisa se espera. Em 2011, a coisa apenas se verá...Não se comece a pensar diferente e depois se lhe tente tapar a boca.
publicado por DELFOS às 14:26