CASA DO POVO DE GÁFETE

16.01.11
A Casa do Povo de Gáfete, de cuja direcção, como presidentes, se encarregagam os Srs. António Gouveia Botelho e Gervásio Gonçalves Carrilho, é uma instituição de grande valor na freguesia, dela colhento bastos benefícios os seus quatrocentos e dez sócios. Embora instalados numa sede bastante modesta, a sua acção é bastante vasta, quer no campo cultural, quer como assistencial.
A classe rural, olha com grande desvelo para a sua Casa do Povo, e com a sua presença e apoio, faz com que os seus dirigentes se esforcem cada vez mais e melhor. E, assim, vão dentro em breve pedir o auxílio do Estado, por intermédio da sua Junta Central, para que lhe seja concedido o subsídio necessário para a compra do terreno e construção da sua nova sede, integrando-se assim cada vez mais na função que lhe foi determinada. R. P.

Blog "Gavião no Alentejo" não sabe a data do referido texto e nem o nome onde foi colocado os elementos acima citados. Apenas sabe que o autor se assima por R. P.
publicado por DELFOS às 13:57

A CAL É A LUZ NO DESERTO ALENTEJANO

16.01.11
Mas é um texto que nos preenche e coloca quietos... O referido nos obriga a ficar em sentido!

 Tinha feito um juramento algum tempo perante a sua consciência de que nunca mais iria comentar os posts do cidadão e senhor Manuel Monteiro da Silva. De quem dá o que tem a mais obrigado o não u é. Mais ainda compreendendo a sua introdutória e explicativa em algum retalho da sua pena o escreveu. Mas que olhar para este texto e ele não atinge o céu e o céu deixou de ser o limite. Ele o ultrapassa como que viajando por outras galáxias siderais alentejanas e se torna apátria e cidadão do mundo. Mas honra a nossa consciência e alma de alentejanos que começa no concelho de Gavião e terras de Comenda e lugar de Castelo Cernado e distrito de Portalegre e passando por Évora vai até ao Baixo-Alentejo em Beja. Honra. Honra-nos. Não deixa de ser a pena que quando mais escreve mais nos dá o éter e o sublime ou o quinto elemento a una prosa carregada de Régio ou Espanca. Apenas um senão. A referido texto esqueceu de dizer em "htpp://castelocernado.blogspot.com" e sobre a dita cal branca que o executivo de Gavião, alguns anos atrás, o privilégio e o gosto tinha de oferecer aos nativos locais e das freguesias deste concelho, cal e de borla. Não sabe o blog o motivo e a razão da decisão de acabar com o acto. Tão e só simplesmente isto. Se lho dá e depois se lho tira... São boas boas práticas tomadas pelo executivo vigente - na defesa do seu património - e elas foram para o mar alto se afogar...
publicado por DELFOS às 06:34

mais sobre mim

pesquisar

 

Janeiro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

últ. comentários

arquivos

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro